sexta-feira, 3 de maio de 2013





Chove...

Uma chuva fininha cai no telhado
Seu sussurro chama atenção
Seus vários pingos é que faz ser
Um todo maravilhoso
Entoando uma cançao

Chove...
A alma silencia seu grito
E dos olhos surge o pranto

Chove...
Por entre seus respingos
Entrecortam seu encanto

Chove...
Entre o pranto
E o encanto

Rô Lopes

Nenhum comentário:

Postar um comentário